Nutrição > Dicionário da nutrição

Aditivos: produto(s) adicionados ao alimento durante o processo de fabricação com o objetivo de preservá-los ou aprimorar paladar e aparência.

 
Aferventar: ação de cozinhar rapidamente em água de ebulição.
 
Alimentação: conjunto de refeições realizadas durante um determinado período.
 
Alimento: é ou contém substâncias necessárias ao funcionamento regular do organismo. 
 
Alimento contaminado: aquele que apresenta microorganismos prejudiciais à saúde. Normalmente, os alimentos contaminados são perceptíveis através do cheiro, gosto e aparência.
 
Alimento estragado: alimento contaminado que teve a presença de micro-organismos multiplicados, causando alteração em suas características sensoriais.
 
Alimento funcional: responsável pela prevenção e tratamento de doenças e que beneficia a saúde.
 
Alimento transgênico: alimento modificado geneticamente com alguma finalidade, como prevenção de doenças ou diminuição de gorduras.
 
Alimento perecível: alimento cuja qualidade esteja relacionada diretamente com a temperatura ambiente, podendo se deteriorar em curto espaço de tempo. Ex.: leite, ovos, etc.
 
Alimento não perecível: alimento cuja deterioração em temperatura ambiente possui um tempo extenso para ocorrer. Ex.:cereais, enlatados, etc.
 
Alimento integral: seu processamento mantém a maior quantidade de fibras e nutrientes.
 
Amassar: ato de pressionar componentes de determinada massa: de pão, pastéis, etc.
 
Anticorpos: são os defensores do sistema imunológico; os anticorpos são proteínas do sangue.
 
Antioxidantes: substâncias que combatem os radicais livres e atrasam a oxidação.
 
Assar algum alimento: colocar em forno alimento com a finalidade de cozinhá-lo e dourá-lo.
 
Atividade enzimática: enzimas que possuem o objetivo de acelerar as reações químicas.
 
Banhar: adicionar molho ou gordura em alimento que está assando.
 
Banho-maria: método de cozimento que consiste em colocar alimentos que já estão em um recipiente, em outro com água fervente até chegar ao ponto desejado. 
 
Bioimpedância: método usado para medir a composição de água e gorduras no corpo.
 
Calda: substância cuja base é o açúcar, que ferveu até engrossar.
 
Caldo: solução de água com vegetais, carnes, etc.
 
Caldo apurínico: caldo de vegetais para sopas de dietas.
 
Caloria: unidade de medida do valor energético dos alimentos. 
 
Caramelizar: fazer caramelo a partir da desidratação do açúcar.
 
Cereais: grãos provenientes das gramíneas. Ex.:milho, arroz, aveia, trigo, etc.
 
Colesterol: um dos mais populares membros do grupo dos lipídios.
 
Condimento: elemento que tem por finalidade temperar, aromatizar ou colorir alimentos. Os condimentos são também conhecidos como temperos.
 
Conservantes: similar a aditivos.
 
Cozer ou Cozinhar: deixar alimento em recipiente ao fogo brando.
 
Clarificar: ação de adicionar clara de ovo batido ao caldo de carne durante fervura suave. O propósito de clarificar determinado caldo é remover da superfície partículas de impurezas.
 
"Concassé": polpa concentrada de tomate e azeite.
 
Deficiências nutricionais: normalmente causadas por problemas alimentares, as deficiência nutricionais ocorrem devido à dificuldade de atingir as necessidades fisiológicas de nutrientes.
 
Diet: alimentos que não possuem determinado nutriente a fim de se adequarem as restrições dietéticas de diferentes patologias.
 
Dieta: alimentos sólidos e líquidos que a pessoa come e bebe em seu dia a dia.
 
Dieta Hipercalórica: dieta de muitas calorias utilizada principalmente por esportistas.
 
Dieta Hiperglicídica: dieta com maior consumo de carboidratos.
                      
Dieta Hiperlipídica: dieta com maior consumo de gorduras.
 
Dieta Hiperprotéica: dieta com maior consumo de proteínas.
                     
Dieta Hipocalêmica: dieta cujo consumo de alimentos com potássio é reduzido.
 
Dieta Hipocalórica: dieta cujo consumo de alimentos calóricos é diminuído.
                       
Dieta Hipoglicídica: dieta cujo consumo de alimentos com carboidratos é reduzido.
 
Dieta Hipolipídica: dieta cujo consumo de alimentos gordurosos é reduzido.
                      
Dieta Hipoprotéica: dieta com níveis de proteínas diminuídos.
 
Dieta Hipossódica: dieta com níveis de sódio diminuídos.
                               
Dieta Normocalórica: dieta com quantidades adequadas de calorias.
                              
Dieta Normoglicídica: dieta com quantidades adequadas de carboidratos. 
 
Dieta Normolipídica: dieta com quantidades adequadas de gorduras.
 
Dieta Normoprotéica: dieta com quantidades adequadas de proteínas.
 
Digestão: processo de redução do alimento desde sua estrutura física a química, convertendo-o em elementos absorvíveis pelo corpo através da corrente sanguínea.
 
Doenças cardiovasculares: patologias do coração e vasos sanguíneos. Ex.: a aterosclerose e a hipertensão.
 
Doenças crônicas: patologias degenerativas de duração extensa, caracterizam-se pela deterioração dos órgãos do corpo, como doenças cardíacas, câncer e a diabetes.
 
Embutidos: alimentos produzidos a partir de diferentes carnes durante seu processamento. Ex.:chouriço, linguiça, salame, salsicha, etc.
 
Empanar: passar em ovos batidos e depois na farinha de rosca ou trigo, alimento que será frito ou assado.
 
Energia: no alimento, a energia referida é a energia química, a qual só é medida através das calorias (quilocalorias).
 
Ensopar: cozinhar alimento com adição de porções de água.
 
Escaldar: interromper cozimento a partir da adição de água em ebulição ao alimento.
 
Espumar: remover a espuma superficial de determinada preparação (comum em calda ou caldo).
 
Fibra alimentar: apesar de não fornecer nutrientes para o organismo, pois não é digerível, é essencial em qualquer dieta.
 
Fibra insolúvel: responsável pelo aumento do bolo fecal, torna as fezes maiores e macias; essa fibra auxilia na manutenção intestinal.
 
Fibra solúvel: reguladora dos níveis de açúcar e de colesterol sanguíneos, essa fibra produz um gel no estômago, aumentando a sensação de saciedade.
 
Fitoquímicos: químicos ou nutrientes de origem vegetal usados na dieta com o propósito de ser benéficos à saúde.
 
Flambar: ação de umedecer alimento com bebida alcoólica e atear fogo.
 
Fosfolipídios: similares aos triglicerídeos, exceto por apresentarem fósforo no lugar de um dos ácidos graxos. 
 
Fritar: colocar o alimento em recipiente com gordura aquecida.
Glicídios: o mesmo que carboidratos.
 
Geleificar: tornar em gel por embebição de água.
 
Glicídios: igual a carboidratos.
 
Gorduras: elementos solúveis, mas não em água. Incluem os triglicerídeos, fosfolipídios e os esteróis.
 
Grelhar: cozinhar alimento sobre grelhas.
 
Guarnição: acompanhamento de prato.
 
Hortaliças: assim como legumes e verduras, são designações que se referem a plantas ou partes delas, geralmente consumíveis como alimento.
 
Inapetência: ausência ou falta de apetite.
 
Indigestão: digestão inadequada.
 
Ingestão: ato de mastigar e deglutir alimento.
 
Lecitina: fosfolipídio produzido pelo fígado e também encontrado em muitos alimentos. Um dos principais elementos da membrana plasmática das células.
 
Legume: fruto seco ou vagem inteiros ou em partes, que serve de alimento. 
 
Leguminosas: grãos provenientes de vagens, como feijões, soja, lentinha, ervilha, etc.
 
Ligar: usar farinha e água para dar liga e engrossar determinado preparo.
 
Light: alimentos que possuem valor energético baixo, pelo menos 25% de calorias a menos que seu produto convencional.
 
Lipídeo: igual a gordura.
 
Macronutrientes: nutrientes necessários em grandes quantidades pelo organismo. Ex.: carboidratos, proteínas e gorduras.
 
Metabolismo: processos químicos e físicos que possibilitam a manutenção da vida, como formação de novos tecidos, conversão de nutrientes em energia, etc.
 
Micronutrientes: nutrientes necessários em pequenas quantidades pelo organismo, como as vitaminas e minerais.
 
Microorganismos: seres vivos invisíveis a olho nu. Ex.: bactérias, fungos, vírus e etc. 
 
Minerais: compostos químicos, são parte importante no organismo humano, sendo encontrados em animais, plantas, na água, etc. 
 
Nutrientes: componentes indispensáveis adquiridos após a transformação dos alimentos ingeridos. Ex.: água, minerais, gorduras, vitaminas, carboidratos e proteínas.
 
Nutrientes essenciais: nutrientes que o corpo não consegue produzir, sendo necessária sua ingestão a partir da alimentação. 
 
Pincelar: passar com pincel manteiga ou gema de ovo à superfície de determinado alimento a ser assado ou frito.
 
Polvilhar: pulverizar sobre preparo de determinado alimento algum componente.
 
Proteínas: elemento composto de carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio.
 
Protídeos: igual a proteínas.
 
Radicais livres: formados a partir do metabolismo das células do corpo humano, em grandes quantidades podem desencadear problemas de saúde.
 
Recomendações nutricionais: indicações para que a ingestão diária de nutrientes e calorias seja assertiva ao caso do individuo. 
 
Refeição: porções de alimentos que são consumidos durante o dia. Ex.: café da manhã, almoço, jantar, ceia, etc. 
 
Remolho: deixar alimento por várias horas na água, a fim de amolecer ou eliminar sal. Ex.:bacalhau salgado, canjica, etc.
 
Saciedade: estado de satisfação do apetite. 
 
Salmoura: preparo de água e sal com a finalidade de conservação e tempero de alimentos.
 
"Sauté": similar ao ato de dourar um alimento com um pouco de gordura.
 
Sistema gastrointestinal: órgãos e seus auxiliares que fazem parte do tubo digestivo. São eles: boca, glândulas salivares e parótida, esôfago, estômago, fígado, vesícula biliar, pâncreas, intestino delgado e grosso e ânus. 
 
Sucos digestivos: substâncias produzidas por órgãos auxiliares à digestão, vesícula biliar e o pâncreas, a fim de aprimorar e facilitar a digestão de determinado alimento.
 
Suplementação: pílulas, líquidos ou pós compostos por nutrientes que se fazem necessários ao corpo para determinada finalidade. Usados muito no tratamento de distúrbios alimentares.
 
Triglicerídeos: principal lipídio da rotina alimentar.
 
Untar: passar gordura/manteiga em assadeiras ou formas e, em alguns casos, polvilhando farinha de modo a evitar que os alimentos grudem no recipiente.
 
Vegetarianos: adeptos a alimentação que exclui a ingestão de carne animal e, em alguns casos, outros produtos animais.
 
Vitaminas: substâncias essenciais ao funcionamento adequado do organismo, são encontradas nas frutas e vegetais.
Você necessita emagrecer?
Cadastre-se e receba informações!