Dieta > Curiosidades sobre dietas

 

Conheça alguns tipos de dietas populares entre quem busca perder peso.  

Dieta cetônica: Nesta categoria de dieta, a intenção é que não sejam ingeridos carboidratos, pois segundo pesquisas, o consumo desses alimentos pode acarretar na elevação do nível de insulina no sangue, que por sua vez está atrelada à obesidade.
 
Dieta da clara de ovo: Dieta restritiva que limita a alimentação, por um determinado tempo, a claras de ovos cozidas. Apesar de ter valor nutritivo, a clara do ovo não possui todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. Ainda que este tipo de dieta reduza o peso de modo rápido, ela pode ocasionar problemas à saúde.
 
Dieta da linhaça: A pessoa deverá adicionar regularmente sementes de linhaça dourada ao cardápio. Tal prática aumenta a sensação de saciedade nas refeições e, assim, ajuda na perda de peso. 
 
Dieta da lua: A cada mudança de fase da lua a pessoa ingere somente líquidos, como água, sucos, chás ou caldos. É altamente rejeitada por nutricionistas por prejudicar o bom funcionamento do organismo e ocasionar carências nutricionais.
 
Dieta da proteína: Basicamente, limita o consumo de carboidratos, substituindo-os por proteínas de diversos tipos. A mais famosa dieta de proteínas é a dieta de Atkins.  
 
Dieta da sopa: Composta por sopas de baixas calorias, essa dieta ajuda a perder peso de forma rápida. Apesar de conter legumes, pode não ser suficientemente nutritiva e prejudicar o bom funcionamento do corpo.
 
Dieta da USP: São atribuídos valores (pontos) aos alimentos e cada pessoa tem um limite diário de pontos para ingerir. Não exige tanto da pessoa por não ser restritiva, mas requer disciplina e atenção às necessidades nutricionais do organismo.
 
Dieta das calorias negativas: Nesse tipo de dieta, a pessoa ingere alimentos considerados nutritivos e com baixo valor calórico. O cardápio é basicamente formado por frutas e vegetais (maçã, cenoura, couve-flor e brócolis, por exemplo).
 
Dieta das combinações: Essa dieta sugere que determinados grupos de alimentos não sejam ingeridos dentro de uma mesma refeição em conjunto com outro grupo. Tal prática poderia favorecer a absorção mais saudável dos nutrientes presentes em cada grupo alimentar, ajudando na perda de peso.
 
Dieta das frutas: Alimentação baseada na ingestão de frutas e frutos (grãos, sementes, feijões, ervilhas e nozes). Não contém uma quantidade adequada de nutrientes e necessita de complemento vitamínico.
 
Dieta DASH: Sigla em inglês que significa métodos para combater a hipertensão através de dieta, a DASH visa, principalmente, reduzir o consumo de sal. Tomando como base uma dieta de 2.100 calorias, a ingestão de sal deveria ser de 1.500 mg por dia para evitar problemas de hipertensão.
Dieta de Atkins: Dieta muito popular, é assim chamada, pois leva o nome de seu inventor, o Dr. Robert Atkins. Essa dieta limita a ingestão de carboidratos (há um valor de ingestão máxima de aproximadamente 20 gramas) para que o corpo substitua a glicose como energia e queime gordura.  
 
Dieta de desintoxicação: Também chamada de dieta depurativa, tem como proposta promover a desintoxição do corpo a partir do consumo de frutas, vegetais e alimentos naturais não-processados.
 
Dieta de Jesus: Baseia-se em hábitos alimentares mencionados no antigo testamento, como o consumo restrito de carne vermelha e maior ingestão de peixes.
 
Dieta de South Beach: Durante um período curto, restringe bruscamente o consumo de carboidratos, que é retomado ao longo do tempo, mas sempre mantido em pequenas quantidades. A dieta recebe esse nome, pois seu inventor, o cardiologista Arthur Agatston, atendia seus pacientes em Miami.
 
Dieta do abdômen: Consiste em fracionar a alimentação diária em seis refeições: 3 refeições principais e 3 pequenos lanches. Nessas refeições, é preciso utilizar alimentos de uma determinada lista (como melão, aveia, arroz integral e semente de girassol, por exemplo), respeitando a distribuição de 3 alimentos especiais nas refeições principais (café da manhã, almoço e jantar) e pelo menos um para os lanches.
 
Dieta do abacaxi: Altamente restritiva e desaconselhada, a dieta do abacaxi limita a alimentação das pessoas a somente porções diárias de abacaxi durante um determinado período de tempo. Essa dieta ocasiona perda de peso, porém pode provocar graves problemas à saúde, uma vez que limita a ingestão de vitaminas. 
 
Dieta do arroz: Apesar do nome, não restringe as refeições ao arroz. Essa dieta é dividida em três etapas: na primeira etapa (mais restritiva) a pessoa ingere grãos, frutas, vegetais e feijões. Depois, os alimentos são mantidos elevando-se os percentuais de gordura e proteínas e diminuindo a ingestão de carboidratos. Na terceira etapa, a pessoa pode ingerir peixes e laticínios.
 
Dieta do tipo sanguíneo: São restrições alimentares realizadas de acordo com cada tipo sanguíneo. A perda de peso acontece devido à restrição de alimentos e não ao tipo sanguíneo de fato e pode ser prejudicial.
 
Dieta dos pontos: A pessoa controla a perda de peso não pela ingestão calórica, mas pela soma de pontos. Cada ponto equivale a 3,6 calorias e cada pessoa terá um limite de pontos que pode ingerir diariamente.
 
Dieta líquida: Nessa dieta, uma das refeições principais é substituída por um líquido (shakes). Esses shakes normalmente possuem boa quantidade de nutrientes, porém é preciso acompanhamento profissional para que o organismo não sofra carência de vitaminas. 
 
Dieta macrobiótica: Indica o consumo de cereais integrais, legumes e derivados da soja.  Restringe o consumo de derivados animais e o uso do açúcar, utilizando frutas ou xarope de malte de cevada para adoçar. 
 
Dieta mediterrânea: Incentiva o consumo de azeite de oliva e vinho tinto para equilibrar os níveis de gordura animal no corpo.
 
Dieta nota 10: De acordo com a altura e o sexo da pessoa é estabelecida uma “nota” para consumo calórico, muito semelhante à dieta dos pontos. Possibilita que a pessoa consuma uma boa variedade de alimentos e exige disciplina.
 
Dieta ortomolecular: Cada pessoa é submetida a exames laboratoriais a fim de identificar as necessidades do organismo e, a partir dos resultados, é montado um cardápio a ser seguido.
 
Dieta Vigilantes do Peso: É um programa de acompanhamento para quem se encontra em processo de perda de peso. Através de reuniões e orientações, a pessoa recebe apoio para se manter disciplinada em relação a sua dieta.
 
*O conteúdo divulgado possui caráter informativo. Antes de iniciar uma dieta, realize uma consulta com um profissional da saúde e nutrição, assim você terá meios de conquistar o que deseja com informação e consciência.
Você necessita emagrecer?
Cadastre-se e receba informações!